BANI (Brittle, Anxious, Nonlinear and Incomprehensible) foi o termo cunhado pelo antropólogo e futurista americano Jamais Cascio em 2018 e que ganhou contornos muito práticos com a pandemia do covid-19, evidenciando como esse mundo Frágil, Ansioso, Não-Linear e Incompreensível atua de forma avassaladora nos negócios e desafia o gerenciamento em meio ao caos.

O isolamento social prolongado de 2020, aliado à imprevisibilidade de novos períodos de quarentena esperados para 2021, revelou claramente como temos pouco ou nenhum controle sobre variáveis externas que podem mudar significativamente os rumos do negócio.

“As empresas, em sua maioria, não têm planos estruturados de ações prescritivas mensuráveis que sejam integradas ao planejamento orçamentário. Em geral, há pouca ou nenhuma conexão entre quem faz o planejamento e quem está à frente da operação.”

 

Vandré Oliveira

Founder, Tango Tech

Se este modus operandi já comprometia a capacidade de adaptação e reação das empresas a acontecimentos externos em um cenário pré-covid, a pandemia foi o alerta para que se preparassem para operar de uma forma diferente.

 

Com o objetivo de gerar alguma previsibilidade no planejamento orçamentário em um mundo caótico e incontrolável, reunimos neste Report seis insights que especialistas e executivos do mercado brasileiro apontam como fundamentais para enfrentar cenários adversos de uma forma um pouco mais estruturada.

1

Gerenciar planejamento orçamentário na complexidade requer método

Um recente relatório da McKinsey, Deloitte e BCG revela que 80% das empresas não têm seus processos corporativos de forma estruturada, enquanto 67% das empresas enfrentam problemas na falta de integração entre as cadeias de suprimento. Para promover reações rápidas nos rumos do negócio, em especial cenários de mudança tão intensos como o da pandemia, é fundamental ter uma cadeia de valor interconectada de ponta a ponta e regida por processos estruturados e mensuráveis de gestão.

Quando falamos de planejamento orçamentário o risco é ainda maior. “Para gerenciar na complexidade, é preciso ter método, senão a empresa vive no caos, ou só acompanha o bottom line, o que não é suficiente para conseguir entender a alavancagem de valor do negócio”, resume a CFO do Grupo Tigre, Viviane Valente. Em sua gestão, a executiva estruturou a área de Financial, Planning & Analysis do Grupo. O modelo de Inteligência de Negócios do Grupo é resultado da intersecção das seguintes frentes: Leitura de Mercado, Modelagem Financeira e Análise de Dados.

Quando falamos de planejamento orçamentário o risco é ainda maior. “Para gerenciar na complexidade, é preciso ter método, senão a empresa vive no caos, ou só acompanha o bottom line, o que não é suficiente para conseguir entender a alavancagem de valor do negócio”, resume a CFO do Grupo Tigre, Viviane Valente. Em sua gestão, a executiva estruturou a área de Financial, Planning & Analysis do Grupo. O modelo de Inteligência de Negócios do Grupo é resultado da intersecção das seguintes frentes: Leitura de Mercado, Modelagem Financeira e Análise de Dados.

2

Simule múltiplos cenários preditivos e trabalhe em planos prescritivos para cada um deles

Se houve uma lição que a pandemia do covid-19 trouxe foi o fim da ilusão de que é possível fazer um Planejamento Orçamentário prevendo somente um cenário básico, prática bastante comum nas empresas. Em 2020 a palavra de ordem foi adequação contínua à diversidade de fatores externos que impactaram os negócios durante a pandemia. As empresas que já estavam estruturadas para acompanhar estes cenários por meio de métricas, soluções integradas e modelos preditivos conseguiram rapidamente identificar os impactos em seu planejamento e criar novos planos de ação com resultados financeiros positivos.

Foi o caso do CEO do Grupo Martins, Flávio Martins, que durante a pandemia teve que lidar, pela primeira vez na vida, com toda sua frota completamente parada no início da quarentena. Imediatamente ele criou um Comitê de Crise com a diretoria do Grupo e liderou ajustes diários no planejamento — a abertura e o fechamento dos serviços das cidades de acordo com as fases da pandemia é fator de alto impacto no setor de logística. O Comitê também colocou em funcionamento o rolling forecast, onde o planejamento orçamentário se tornou a base de referência e o mês anterior era revisitado e projetado. Dessa disciplina de acompanhamento diário foram detectadas oportunidades no negócio que alavancaram um crescimento de 30% do Grupo em 2020, em relação ao ano anterior.

Foi o caso do CEO do Grupo Martins, Flávio Martins, que durante a pandemia teve que lidar, pela primeira vez na vida, com toda sua frota completamente parada no início da quarentena. Imediatamente ele criou um Comitê de Crise com a diretoria do Grupo e liderou ajustes diários no planejamento — a abertura e o fechamento dos serviços das cidades de acordo com as fases da pandemia é fator de alto impacto no setor de logística. O Comitê também colocou em funcionamento o rolling forecast, onde o planejamento orçamentário se tornou a base de referência e o mês anterior era revisitado e projetado. Dessa disciplina de acompanhamento diário foram detectadas oportunidades no negócio que alavancaram um crescimento de 30% do Grupo em 2020, em relação ao ano anterior.

Para 2021, o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, enfatiza a necessidade de o mercado prever ao menos dois cenários, um mais otimista e outro mais pessimista, que devem se somar ao cenário básico como premissa para o planejamento orçamentário. “O worst case scenario em 2021 seria o surgimento de uma cepa do vírus resistente à vacina”, conjectura Loyola. Além disso, é importantíssimo que, para cada cenário preditivo, um plano prescritivo de acompanhamento e atuação deva ser desenhado. “De todo modo, a Covid continua sendo o grande elemento que vai impactar os cenários em 2021”, projeta:

Para 2021, o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, enfatiza a necessidade de o mercado prever ao menos dois cenários, um mais otimista e outro mais pessimista, que devem se somar ao cenário básico como premissa para o planejamento orçamentário. “O worst case scenario em 2021 seria o surgimento de uma cepa do vírus resistente à vacina”, conjectura Loyola. Além disso, é importantíssimo que, para cada cenário preditivo, um plano prescritivo de acompanhamento e atuação deva ser desenhado. “De todo modo, a Covid continua sendo o grande elemento que vai impactar os cenários em 2021”, projeta:

3

Ter um planejamento orçamentário técnico facilita a atuação em ambientes voláteis e complexos

O estudo da McKinsey, Deloitte e BCG revelou ainda que 73% das empresas não realizam seu planejamento orçamentário de forma técnica e científica, enquanto 48% dos CFOs afirmam que é necessário rever a complexidade do processo de planejamento e acompanhamento de seu plano orçamentário.

 

Estes dados corroboram a visão de mercado de consultorias como a Tango Tech. “De forma geral, as empresas não dispõem de processos estruturados que monitorem consistentemente variáveis de mercado, da cadeia de suprimento, dos resultados de vendas e de todos os indicadores que possam impactar o negócio”, alerta Vandré Oliveira, um dos fundadores da consultoria.

A ausência de metas técnicas para quantificar este impacto abre brechas para importantes perdas nos resultados financeiros e, principalmente, para o desperdício de oportunidades de mercado que podem se tornar o turning point em um cenário de crise.

 

Julian Tonioli, fundador da Auddas, apresenta uma ferramenta que auxilia no Mapeamento dos Motivadores Estratégicos e na definição do Mapa de Posicionamento Estratégico, que irá fundamentar a etapa de Planejamento da empresa.

A ausência de metas técnicas para quantificar este impacto abre brechas para importantes perdas nos resultados financeiros e, principalmente, para o desperdício de oportunidades de mercado que podem se tornar o turning point em um cenário de crise.

 

Julian Tonioli, fundador da Auddas, apresenta uma ferramenta que auxilia no Mapeamento dos Motivadores Estratégicos e na definição do Mapa de Posicionamento Estratégico, que irá fundamentar a etapa de Planejamento da empresa.

4

Os planos de ações devem ser mensuráveis e integrados ao planejamento orçamentário.

O planejamento orçamentário das empresas está, de forma geral, desconectado da operação e nem sempre está claramente atrelado ao seu propósito. A conceituação e a fundamentação da proposição de valor e dos motivadores estratégicos deveriam ser as premissas para o desenvolvimento do planejamento orçamentário de uma empresa.

 

Somente após o alinhamento destas três etapas é que devem ser detalhados os planos tático e operacional. Os planos de ação devem ser mensuráveis e constantemente revisitados e ajustados a partir de um modelo de Governança e de Gestão.

Outro fator crítico de sucesso é a comunicação desta estratégia, que deve ser feita de forma uniforme, clara e simplificada para todos os colaboradores e stakeholders. Eles devem ter isso muito claro para que cada tomada de decisão esteja absolutamente alinhada com o propósito de ser da empresa.

 

Flávio Martins explica que a estratégia da empresa pode ser muito sofisticada mas, na hora de comunicar para o time, é bastante simples e muito objetiva, baseada em quatro pontos-chave.

Outro fator crítico de sucesso é a comunicação desta estratégia, que deve ser feita de forma uniforme, clara e simplificada para todos os colaboradores e stakeholders. Eles devem ter isso muito claro para que cada tomada de decisão esteja absolutamente alinhada com o propósito de ser da empresa.

Flávio Martins explica que a estratégia da empresa pode ser muito sofisticada mas, na hora de comunicar para o time, é bastante simples e muito objetiva, baseada em quatro pontos-chave.

Abordagem proposta

Fonte: Auddas

5

O profissional de finanças do futuro deve estar 100% alinhado ao negócio.

O mundo BANI traz uma série de complexidades que exige uma maior capacitação e ampliação das competências em um profissional de finanças. Ele deve entender a complexidade do negócio para poder atuar de forma assertiva nos ajustes de seu planejamento orçamentário. Fatores como hiperconectividade, volatilidade crescente, surgimento de novos e complexos cenários regulatórios e aparecimento de novos competidores digitais são alguns dos temas que devem ser compreendidos e analisados em cada tomada de decisão.

Um exemplo claro disso acontece no Grupo Martins. Todos os principais executivos da empresa também são responsáveis por uma linha de negócios da companhia. Por exemplo, o CFO, além de sua responsabilidade corporativa, gerencia as unidades de lojas smart do Grupo. O Diretor de TI também é o responsável pelo ecommerce. Isso permite que toda a liderança esteja sempre alinhada com as unidades de negócio e que sua atuação não se restrinja a uma área corporativa específica, desconectando o executivo da linha de frente de atuação. O assunto é levado tão a sério que o CEO Flávio Martins tem, em seu crachá de identificação, o cargo de Vendedor abaixo do seu nome.

Paulo Mendes, CFO da SAP, comenta quais são os novos fatores de impacto no papel do Financeiro.

Clique aqui para assistir ao seminário da Tango Tech na íntegra.

Um exemplo claro disso acontece no Grupo Martins. Todos os principais executivos da empresa também são responsáveis por uma linha de negócios da companhia. Por exemplo, o CFO, além de sua responsabilidade corporativa, gerencia as unidades de lojas smart do Grupo. O Diretor de TI também é o responsável pelo ecommerce. Isso permite que toda a liderança esteja sempre alinhada com as unidades de negócio e que sua atuação não se restrinja a uma área corporativa específica, desconectando o executivo da linha de frente de atuação. O assunto é levado tão a sério que o CEO Flávio Martins tem, em seu crachá de identificação, o cargo de Vendedor abaixo do seu nome.

Paulo Mendes, CFO da SAP, comenta quais são os novos fatores de impacto no papel do Financeiro.

Clique aqui para assistir ao seminário da Tango Tech na íntegra.

Texto: Monica Miglio Pedrosa

Design: Rodrigo Hamam 

Editor-chefe: Arnaldo Comin

Publisher: Ricardo Natale

Imagens: StockPhotos